fechar
FOTO_ARTE_KASSIUS_TRINDADE-Copia

Cênicas

Hannah Arendt – Uma Aula Magna

Imagem de Calendário

05/04/24 a 12/05/24

Serviço


  • Classificação 14 anosClassificação 14 anos

  • Local

    Teatro

  • Horário

    Quintas e sextas, 19h | Sábados, domingos e feriados, 17h

  • Ingresso

    R$30 (inteira) e R$15 (meia)
    Não será permitida a entrada após o início do espetáculo, não havendo troca de ingresso e nem devolução do dinheiro. 

Adquirir ingressos Telefone

Covid 19

Fique atento às
recomendações.

Fique atento

Em um tom bem-humorado e reflexivo, Eduardo Wotzik leva ao palco ideias, pensamentos, experiências e filosofias de uma das mais importantes pensadoras do século 20.

No espetáculo, como em uma sala de aula, o público assiste Hannah Arendt voltar ao nosso tempo, convidada a falar sobre temas relevantes e necessários como a ética, a escola, a massa silenciosa, a noção de civilidade e cidadania, e as atrocidades de Adolf Eichmann (1906-1962), conhecido como 'arquiteto do Holocausto', que comandava o transporte ferroviário para o extermínio. A atmosfera é de uma aula magna sobre educação e a importância do pensamento para o mundo contemporâneo.

A peça é de autoria de Eduardo Wotzik, artista com mais de 40 anos dedicados à investigação do teatro, que está em cena, e também assina a direção.

“Antes da pandemia já se sentia a ascensão da ignorância no planeta, a arte tem um olhar sobre o mundo devido a sensibilidade. A educação é um tema sempre em pauta e estava organizando ideias, quando iniciei um diálogo próximo com a obra de Hannah Arendt. Extraí o principal dela e uni com pensamentos meus até construir uma unidade. Ela teve uma experiência forte ao assistir o julgamento de Adolf Eichmann em 1961; explicita as diferenças entre educar e ensinar, reflete sobre a banalidade do mal. É uma aula especial de Arendt falando para o mundo hoje, um papo reto com humor possibilitando uma empatia com os espectadores”, explica Wotzik.

Hannah Arendt nasceu na Alemanha em 1906 e foi uma filósofa política de origem judaica, uma das mais influentes do século 20. Faleceu em Nova York em 1975. Trabalhou, entre outras atividades, como jornalista e professora universitária, e publicou obras importantes sobre filosofia política.
Vivenciou os horrores da perseguição nazista, o que motivou a sua pesquisa sobre o fenômeno do totalitarismo.

Temporada: 05 de abril a 12 de maio
Horário: Quintas e sextas, 19h | Sábados, domingos e feriados, 17h.
*Bate-papo após as sessões dos dias 20/04 e 04/05.
Ingressos: R$30 (inteira) e R$15 (meia) em bb.com.br/cultura e bilheteria do CCBB
Duração: 80 minutos
Classificação indicativa: 14 anos.

Não será permitida a entrada após o início do espetáculo, não havendo troca de ingresso e nem devolução do dinheiro. 

Vinheta


    Folder


      Imprensa


        Veja também