fechar
Clube de Leitura 2_Header Desktop 1920x600

Programação digital

Ideias

Clube de Leitura

Programação digital

Continuando o sucesso do ano de 2021, o Clube de Leitura CCBB envolve o público presencial e virtual do CCBB em sugestões mensais de leitura compartilhada e um encontro presencial transmitido pelo YT do BB para conversar sobre o autor escolhido. As obras são selecionadas via Twitter e o bate-papo acontece na Biblioteca do CCBB RJ, conduzido por Suzana Vargas, mediadora responsável pela produção do projeto Rodas de Leitura, realizado pelo CCBB nos anos 1990.
O projeto incentiva a leitura e busca também a formação de novos leitores, integrando diversas faixas etárias, além de divulgar o acervo do BB para os públicos interno e externo. As votações abrem nas redes sociais em fevereiro e os encontros presenciais  acontecem de março a dezembro de 2022, sempre na 2ª quarta-feira do mês. A curadoria selecionará autores em três eixos: obras primas da literatura universal, modernos & contemporâneos e escritores ao vivo, em que vamos contar com a participação dos próprios autores comentando suas obras.

Toda a programação será gratuita.

Encontro presencial e vídeo com tradução em LIBRAS.

RESUMOS DOS LIVROS

Amar, verbo intransitivo


O livro conta a história de Elsa, uma governanta alemã contratada por um membro da burguesia industrial paulista. A partir do momento em que entra na casa dos Souza Costa, Fräulen – como todos a chamavam – conquista rapidamente a família, mas não se acostuma com a cultura dos novos-ricos brasileiros. A protagonista do romance é um ser humano dividido ente a razão e emoção. Classificado pelo autor como ‘idílio’ – texto leve sobre o amor -, o livro fala da iniciação sexual de um adolescente com ironia, numa narrativa experimental para a época. As cenas são separadas graficamente, como cortes cinematográficos. O narrador é um personagem como todos os outros, alter ego do autor: utiliza metáforas musicais, discorre sobre teorias literárias, faz crítica de arte, numa linguagem que Mário chama de ‘brasileira’: coloquial, repleta de palavras e expressões do cotidiano de todo o país.

Macunaíma


Obra-prima do Modernismo brasileiro, Macunaíma foi escrito por Mário de Andrade em 1928 e ainda hoje é um livro fundamental para compreendermos nossa diversidade cultural. Nasceu a partir de uma vasta pesquisa linguística do autor e reflete, por meio da mistura de lendas, mitos e histórias populares, a busca de uma identidade nacional afastada pela colonização. “Brasileiros, chegou a hora de realizar o Brasil”. dizia o criador do anti – herói nascido na selva amazônica e transformado em um dos personagens mais estudados de todos os tempos no país.

Pauliceia Desvairada


Neste livro, o leitor encontrara a primeira obra marcadamente modernista de Mario de Andrade, um dos mais ativos participantes da Semana de Arte Moderna de 1922 e um dos principais autores do Modernismo brasileiro. Vista sob a ótica do Arlequim, da loucura, e representada por meio de recursos estilísticos inspirados nas vanguardas europeias, a Pauliceia desvairada revela-se multicultural e cosmopolita: atual, portanto, como a obra do escritor.

ESPECIALISTA
Eduardo Jardim nasceu no Rio de Janeiro em 1948. Estudou filosofia na PUC-Rio, onde fez o mestrado, e doutorou-se pela UFRJ, em 1983. Publicou A brasilidade modernista – sua dimensão filosófica (Rio de Janeiro: Ponteio/PUC, 2016), Limites do moderno, (Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1999), Mário de Andrade – a morte do poeta, (Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005), A duas vozes – Hannah Arendt e Octavio Paz (Rio de Janeiro: Civilização Brasileira), 2007, Hannah Arendt – pensadora da crise e de um novo início, (Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011), Eu sou trezentos – Mário de Andrade – vida e obra. (Rio de Janeiro: Edições de Janeiro, 2015) – (Prêmio Jabuti de melhor livro de não-ficção, 2016). Organizou Hannah Arendt – diálogos, reflexões, memórias, (Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2001), e as coleções “Modernismo + 90”, (Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2013), e Ensaios contemporâneos. (Rio de Janeiro: Bazar do Tempo), 2016.

Você já assistiu aos encontros anteriores do nosso Clube de Leitura? Eles estão disponíveis canal do BB no YouTube, vale a pena conferir:

Senhora

O Crime de Padre Amaro

Dom Casmurro

Livro do Desassossego