fechar
topo-shiota

Programação digital

Plásticas

Chiharu Shiota – Linhas da Vida

Programação digital

Um tour virtual em 360º da mostra Linhas da Vida, da artista japonesa Chiharu Shiota. A visita online permite que o visitante tenha acesso a detalhes de todos os ambientes das galerias do CCBB e das obras, e ainda reúne textos, legendas e obras comentadas com audiodescrição em português e inglês. “Linhas da Vida”, de Chiharu Shiota, revisita a trajetória da artista japonesa, apresentando mais de 70 obras organizadas em cinco núcleos temáticos. Com gravuras, pinturas, esculturas, fotografias, vídeo performances e instalações, a exposição traça um panorama do trabalho da artista, desde o princípio de sua carreira, em 1994, até os dias atuais.

O público poderá navegar como se estivesse passeando presencialmente pelo espaço e até ver, por exemplo, a instalação Além da Memória (2019-2021), obra inspirada na diversidade do povo brasileiro, tanto do térreo quanto do segundo andar. O CCBB exibe, ainda, uma palestra com a curadora da mostra, Tereza de Arruda, em seu canal do YouTube.

Tour virtual


    Vídeos


      A curadora Tereza Arruda percorre a exposição Chiharu Shiota Linhas da Vida apresentando a obra dessa importante artista japonesa radicada em Berlim. Nessa palestra podemos ver cada sala da mostra acompanhados pelos comentários da curadora e assim conhecer um pouco mais das obras apresentadas no CCBB do Rio de Janeiro.

      O educador Jean Carlos Barbosa fala sobre a obra “Além da Memória” de Chiharu Shiota. Ele explica sobre como as linhas fazem parte do nosso dia a dia e do mundo da arte.

      Que memórias os objetos carregam? Janine Magalhães explica como a exposição nos convida a pensar em como os objetos do nosso cotidiano resguardam memórias e vivências, mesmo quando os corpos que viveram estão ausentes.

      Nesta pílula, Jean Carlos Barbosa investiga as relações que a artista Chiharu Shiota estabelece entre suas obras e o corpo humano. E nós? Como nossos corpos expressam nossas subjetividades no cotidiano?

      Janine Magalhães te convida a refletir um pouco sobre como nós percebemos no universo. Uma das referências da artista é uma lenda japonesa que conta que um fio ligado ao coração de cada criança sai da ponta do seu dedinho assim que ela nasce, conectando o seu destino ao de outras pessoas.